PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 11 visitantes e Nenhum membro online

XVI Semana de Fé e Política da RE Belém: Desafios e Esperanças

A terceira noite da XVI Semana de Fé e Política da Região Episcopal Belém com o tema Igreja e Sociedade contou com a assessoria do Pe. Nelito Dornellas que nos motivou na caminhada em busca da justiça. Cerca de 150 pessoas participaram desta noite. Ouça também o áudio do nosso comentário na Rádio 9 de Julho sobre este tema.

A mística inicial foi carinhosamente preparada e desenvolvida pelo Pastoral da Juventude da REB que refletiu sobre a esperanças baseada nos Pronunciamentos e documentos do Papa Francisco e apresentou os símbolos dos diversos movimentos e pastorais presentes da Semana.

Em seguida, o assessor Pe. Nelito Dornellas inicou lembrando de Paulo Freire - sinal de esperança.

 

Bento XVI encíclica a esperança da salvação.

A esperança não redime a humanidade, mas a fé cristã que encontra o martírio

 

Jeremias - país sitiado, ocupado por potência estrangeira, intelectuais deportados

Semeava esperança no povo

 

Pe. José Comblim diferencia em 2 pessoas = as vítimas da história e aqueles que diante da encruzilhada decidem.

Não aceito ser vítima, decidi ser protagonista!

Um outro mundo é possível, urgente e necessário!

A Igreja latino americana é rica.

Conferências Latinoamericanas

Medellin fez opção pelos pobres, jovens...

Puebla continuou na mesma linha.

Santo Domingo foi salva por D. Luciano, pois seguia em linha diversa.

Na conferência panamericana se fecha esse ciclo de esperança dos pobres.

 

O Documento de Aparecida retoma a caminhada da Igreja  a partir dos olhos da fé cristã que cuida do povo, atenta ao social, às desigualdades.

Papa Bento fala da opção pelos pobres na abertura da Conferência!

O então Cardeal Bergoglio é eleito relator e nasce o documento que renova a esperança.

Igreja evangelizadora que saia de si.

Ir às periferias.

Igreja tem luz própria.

 

Papa Francisco grande divisor de águas.

Está fazendo a revolução na Igreja.

 

Pesquisa de confiança nas instituições:

Igreja: 43,0% confiam sempre e 11,7% não confiam nunca
Forças Armadas: 19,2% confiam sempre e 17,2% não confiam nunca
Imprensa: 13,2% confiam sempre e 21,2% não confiam nunca
Justiça: 10,5% confiam sempre e 24,8% não confiam nunca
Polícia: 8,9% confiam sempre e 23,5% não confiam nunca
Governo: 2,0% confiam sempre e 56,2% não confiam nunca
Congresso Nacional: 1,6% confia sempre e 51,6% não confiam nunca
Partidos políticos: 1,0% confia sempre e 73,4% não confiam nunca

 

Instituição que mais confia:

1º – Igreja (53,5%)

2º – Forças Armadas (15,5%)

3º – Justiça (10,1%)

4º – Polícia (5,0%)

5º – Imprensa (4,8%)

6º – Governo (1,1%)
7º – Congresso Nacional (0,8%)
8º – Partidos políticos (0,1%)

 

Crise das instituições - abre espaço para golpistas, para o caos.

 

Quadro da dívida pública

5a. semana social brasileira

Grito dos povos indígenas

Pedir ao papa Francisco que fizesse um evento mundial para discutir os cuidados com o  planeta.

Encíclica social.

Convoca movimentos sociais para encontro em Roma.

Arquivo PAPA E MOVIMENTOS POPULARES

 

Pontos principais da Encíclica

 

Papa Francisco coloca o dedo na ferida

Melhor análise de conjuntura global

A política rompeu com a ética

 

7 passos da luta

Pedir

Exigir

Violar

Conscientizar

Organizar

Mobilizar,

Ocupar os espaços de poder

 

Arquivos

- Região Belém 2

- Igreja em saída

- Região Belem - Fé Social

- Região Belém : Laudato Si

- Região Belém

 

 

 

Mística Final

Salmo 72 73 

 

Nosso trabalho não se mede por resultados, mas por processos!

 Recuperar a consciência de pequenino rebanho!

 Não tenhais medo!

 Bem aventurados os puros, porque verão a Deus.

 Bem aventurados os mansos,  porque serão chamados filhos de Deus.

 Bem aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.

 Futuro da humanidade está nos pequenos grupos, poetas da liberdade,  cantores da esperança.

 

Caminhos para a paz (Povo Quéchua)

  trás - passado

  frente - futuro

  cima - natureza

  baixo -

  direita - vizinhos

  esquerda - família

  dentro - consigo mesmo

 

A         absoluto

E         eu

I          irmãos

O         outro

U         universo

 

Fonte: Artigo publicado em nosso site diretamente pela autora. Reprodução do áudio da Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz SP) autorizado pela mesma.

Márcia M. de Castro

Márcia M. de Castro
Márcia Mathias de Castro é fonoaudióloga, membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e Coordenadora da Escola de Fé e Política Waldemar Rossi (RE Belém). Também é colaboradora da Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz - SP), participou da Escola de Governo e do Movimento de Integração Campo Cidade (MICC).