PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 10 visitantes e Nenhum membro online

O SINAL DA PARTILHA; Jo.6,1-15

No evangelho de João não encontramos a palavra “milagre “como é relatado nos outros e sim
a palavra “sinal”. Porque? João destaca sete sinais (milagres) para que as pessoas possam
penetrar no mistério da vida de Jesus e descobri-lo como verdadeiro Messias e Filho de Deus.
A leitura de hoje relata o quarto sinal.

Jo.6,1-4: Depois disso, Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, também chamado
Tiberíades. Grande multidão seguia a Jesus, porque via os sinais que ele fazia em favor dos
doentes. Jesus subiu a montanha a aí sentou-se com seus discípulos. Estava próxima a
Páscoa, a festa dos judeus.

Jesus não é apenas quem cura, ele também é mestre: ele sobe a montanha e senta-se, na
atitude do professor quando ensina.

Leia mais...

Creio no ressuscitado

Creio em Deus Filho, sim, ressuscitado,
que, sem reservas, do Pai foi vontade,
que dos pequenos manteve-se ao lado,
que as consciências chamou à verdade,
que dos poderes não foi aliado.

Dom e serviço, jamais sacrifício,
Ele exigiu dos que, com liberdade,
querem segui-lo no mesmo exercício.
Tomar a cruz com total dignidade
não é curvar-se, é firmar-se sem vício.

Pelos poderes se viu condenado:
por assumir pleno amor como ofício!

J. Thomaz Filho

De morte tramada

Creio em Deus Filho de morte tramada
em consequência da vida que leva:
quer desatar toda mão algemada,
quer passo livre do peso que entreva,
quer corações com a paz cultivada.

Da Tradição só visita o que é nobre.
Bem mais que Adão e bem mais do que Eva,
faz da partilha o socorro do pobre,
jamais condena, é perdão, luz que eleva
olhos pro céu – que ninguém mais soçobre!...

Pensam que a morte o transforma num nada?
Vive pra sempre: eis que a fé se descobre!

J. Thomaz Filho

NÃO CALARAM MARIELE

Os tiros que calaram Mariele
ressoam nos ouvidos do País.
Vêm dor e indignação à flor da pele,
perplexas, pois o fato contradiz
o sonho – paz e bem! – que nos impele.

A nossa vereadora lá do Rio
foi voz a denunciar os gesto vis
do crime, e da polícia que faliu;
queria respeitados os civis
e todo cidadão deste Brasil.

Mariele está presente e nos compele:
manter a mesma voz e o mesmo brio!

J. Thomaz Filho

DE PLENA MEMÓRIA

Creio em Deus Filho de plena memória:
sempre espalhando as raízes da paz,
vem, interfere nos rumos da história
com gesto novo, serviço capaz
de reerguer o empurrado pra escória.

Creio em Deus Filho de plena firmeza,
de passos novos, de olhar sempre audaz:
à consciência propõe a clareza,
a liberdade convoca ao veraz,
pra que a justiça vigore coesa.

Lavando os pés – chama isso de glória! –,
é refeição a nutrir nossa mesa!


J. Thomaz Filho

Jo.7,1-2.10.25- 30= A PESSOA DE JESUS.

João descreve a confusão que havia no meio do povo a respeito da pessoa de Jesus.

Hoje também há muita discussão sobre religião, e cada um tira os seus argumentos da
Sagrada Escritura. Nesta discussão, acontece muitas vezes que os mais pobres são
enganados pelos poderosos e às vezes até pelo pessoal das igrejas.

Jo.7,1-2.10 Depois disso, Jesus saiu andando pela Galileia. Ele não queria andar pela
Judeia, porque os judeus pretendiam matá-lo. Mas estava próxima a festa judaica
das Tendas. Depois que seus irmãos subiram para a festa, então ele também subiu;
não publicamente, mas às escondidas.

Leia mais...

MULTIPLICAI MEUS GESTOS

Creio em Deus Filho vivendo entre nós,
um com o Pai e o Espírito Santo.
Nada de Reino deixado pro após:
“Há de cobrir deste chão todo canto!
Ide, levai às nações minha voz!

Multiplicai sem temor os meus gestos:
aos empurrados ao vil desencanto,
fazei-os ver: não são sobras nem restos.
Dai-lhes de volta a esperança, portanto.
Deles é o Reino, notai, sede honestos!”

Ah! se opuseram com trama feroz...
Mas foi fiel, não cedeu aos molestos.

J. Thomaz Filho

Ó mulher!

Depois de desarmar o preconceito,
tomando o espaço inteiro como nosso
– dizer que ele é só meu é desrespeito! –,
entendo que tu podes quanto posso.
Assim, nós dois crescemos no direito!

Verdade! Não perdi, como pensara!
Tu vens com teu vigor e me remoço,
tu vens com teu lidar que tudo ampara
e assim trazes surpresas que eu endosso.
Tu vens com teu olhar que tudo aclara!

Desbanca a prepotência que em meu peito
ainda tem resquícios, vil e avara.

J. Thomaz Filho