PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 776 visitantes e Nenhum membro online

Escolas de Cidadania e a Sociedade

As Escolas de Cidadania e de Fé e Política são coletivos pensados por lideranças sociais incomodadas com o atual contexto social, político, cultural e econômico. As mesmas têm apresentado eficiência na formação e desenvolvimento do senso crítico e na educação para o exercício pleno da Cidadania, procurando levar para as comunidades onde estão inseridas além da formação, a informação de forma mais isenta e livre dos interesses dos grupos de poder.

Cada vez mais percebemos a carência das pessoas, sobretudo, nas periferias das grandes cidades, de informações livres e autenticas sobre o que está se passando no meio político e econômico do nosso pais: quais as leis que estão sendo votadas?; O que está sendo aprovado?; quais os interesses que existem por trás de cada projeto?; como fazer para participar mais dessas decisões? Enfim, são informações que a grande mídia, engenhosamente, faz questão de não repassar para o cidadão comum, aquele que, afinal, é quem paga a conta.

mundoNum pais que adota a Democracia como regime político em que todos(as) os(as) cidadãos(ãs) elegíveis participam igualmente, diretamente ou através de representantes eleitos — na proposta, no desenvolvimento e na criação de leis, exercendo o poder da governação através do sufrágio universal, tem que promover a capacitação desses cidadãos(ãs) para esse exercício, uma vez que a mesma, abrange as condições sociais, econômicas e culturais que permitem o exercício livre e igual da autodeterminação política.

Nesse contexto surgem as Escolas, como espaços planejados para levar informações, promover debates e reflexões, que levem os(as) cidadãos(ãs) comuns a se apoderarem com consciência e bom senso do seu lugar na sociedade.

As Escolas são experiencias que já vem acontecendo no Brasil, há bastante tempo. Temos Escolas com mais de 20 anos que atuam mais intensamente nas regiões norte e nordeste, e que apresentam bons resultados quanto a realização de seus objetivos.

Na região metropolitana da cidade de São Paulo, a partir do ano de 2012, diversos grupos desenvolvem essas experiencias e hoje já são treze (13) Escolas espalhadas na região.

Com o objetivo de produzir um trabalho mais coeso e forte, com resultado mais efetivo, as lideranças das Escolas de São Paulo se articulam e formam uma Rede de Escolas - REC/SP – Rede de Escolas de Cidadania de São Paulo – que entre outras atribuições, objetiva dar visibilidade ao trabalho das Escolas e viabilizar a formação das mesmas.

Passados pouco mais de três anos, percebemos o quão positivo tem sido o trabalho de formiguinha que esses gupos vem realizando em cada comunidade onde estão inseridos e como é gratificante para todos/as que compõem esses grupos verem que estão semeando educação para num futuro próximo, colher Cidadania.

"Gente simples, fazendo coisas pequenas, em lugares não importantes, conseguem fazer mudanças extraordinárias". (Provérbio Africano)

Mônica Lopes
Agente da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e do
Conselho gestor da REC/SP – Rede de Escolas de Cidadania de São Paulo.

 

Material para complemento:

- Projeto Político

- Instrumentos Metodológicos

- Formação de Educadores Sociais

- Conceitos da Educação Popular

 

Fonte: REC - Rede de Esclas de Cidadania de São Paulo

Mônica V. Lopes

Mônica V. Lopes
Mônica V. Lopes é membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo, participando também da Rede Nossa São Paulo (GT da Mobilidade), da Rede de Escolas de Cidadania (REC) e do Grupo IPDM (Igreja, Povo de Deus em Movimento). Para falar com Mônica V. Lopes utilize nosso formulário de contato.