PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 45 visitantes e Nenhum membro online

Vereadores Eleitos em São Paulo

Vamos começar a observar o trabalho dos vereadores e vereadores eleitos na cidade de São Paulo. Primeiramente temos que entender que dos 55 vereadores que foram eleitos, alguns deles estão licenciados pois acharam mais conveniente ocupar cargos no Executivo, nas secretarias, ou como o caso do vereador Antonio Carlos Teixeira que foi para o Senado, já que era suplente da atual ministra da Cultura Marta Suplicy. 
 
Os outros vereadores licenciados são:
 
Celso Jatene, do PTB, que está como atual Secretário de Esportes, Lazer e Recreação; o vereador suplente que assumiu o seu lugar foi o Marquito, aquele do Ratinho.
 
Outro vereador que deixou a Câmara para assumir um posto do executivo foi o, Donato do PT, que está ocupando a secretaria de Governo; nesse caso, o suplente, Wadih Mutran, é de outro partido, o PP, mas que fazia parte da Aliança Para Mudar e Renovar São Paulo. Logo que saíram os resultados das eleições eu havia informado para vocês que o Mutran não tinha sido reeleito, então entendam que ele está novamente na vereança devido à saída do Donato.
 
Eliseu Gabriel, do PSB, assumiu o Desenvolvimento Econômico e Trabalho, ficando em seu lugar, Alessandro Guedes, do PT.
 
Netinho de Paula  também deixou a vereança para ocupar a Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial. O suplente em exercício é o Orlando Silva, que também é do PC do B.
 
O último vereador que está licenciado é o Ricardo Teixeira  que  está na Secretaria do Verde. Seu suplente, Abou Anni, faz parte do mesmo partido, o PV.
 
Vejam o porquê das alianças serem tão importantes: porque mesmo alguns vereadores eleitos terem deixado o cargo, os que ficam em seus lugares são aqueles que se coligaram durante as eleições e que espera-se que trabalhem juntos na prefeitura, sendo da situação ou da oposição.
 
Chama a atenção a entrada de dois partidos que não faziam parte do poder legislativo municipal: o PSOL e o PHS.
 
O PSOL fazia parte da Coligação Frente de Esquerda, junto com o PCB. É o partido que foi fundado pela senadora Heloisa Helena, sendo que ela informou no ano passado que deixaria seu partido neste primeiro semestre de 2013 para acompanhar Marina Silva.
 
Já o PHS fazia parte da Aliança do Celso Russomano, Por uma Nova São Paulo, que reunia além do PRB e do PHS os partidos: PTB, PTN, PRP e PT do B.
 
A campanha agora é para que os cidadãos adotem um vereador. Nós, da Pastoral Fé e Política, continuaremos nossos trabalhos observando o trabalho conjunto dos parlamentares, principalmente nas suas propostas de leis e condutas com o projeto do Reino anunciado por Jesus Cristo. Mas qualquer pessoa pode particpar do projeto idealizado por Milton Jung.
 
Conforme consta em seu site, você precisa escolher um vereador, abrir um blog onde serão publicadas as informações e comentários a respeito desse vereador e manter esse blog com informações colhidas em jornais, rádio, TV, sites, ou mesmo pelo contato direto com o gabinete do vereador.
 
Mais informações podem ser obtidas no site: www.adoteumvereadorsp.com.br
 
Fonte: O artigo nos foi enviado diretamente pela autora, tendo sido primeiramente veiculado pela Rádio 9 de Julho (1.600 KHz, SP)

Marília Amaral

Marília Amaral
Marília Amaral é integrante da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e também apresenta comentários sobre Fé e Política na Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz/SP). Para falar com Marília Amaral utilize nosso formulário de contato.