PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

Fé e a Cidadania Cristã

Estamos no Ano da Fé e continuamos nossa reflexão a partir da 2ª Carta Pastoral do Cardeal Dom Odilo Scherer intitulada: Senhor, aumentai a nossa fé! O lançamento dessa carta foi no dia 04/11 na Catedral da Sé e toda a Igreja é convidada a conhecê-la e vicenciá-la. D. Odilo retoma no texto que nas origens da Igreja, uma das características da comunidade cristã era a perseverança “no ensinamento dos apóstolos” (cf At 2,42).

logo-ano-da-feNossa fé cristã é mais que um sentimento vago, ou um desejo forte: é a adesão à pessoa de Deus e a tudo o que dele procede. Para perseverar precisamos perguntar: Senhor, o que queres de mim? O que devo fazer? Como devo viver? A fé se traduz numa resposta vital a Deus. Deus conta com a nossa participação na busca do Reino de Deus.

Aqui na cidade de São Paulo é rica a atuação dos movimentos e pastorais sociais que buscam que a cidade seja mais justa e fraterna. Para isso é necessário que o povo acompanhe e participe das ações do governo. Mas como isso é possível?  São Paulo foi a primeira cidade do Brasil a aprovar, em 2008, uma emenda para obrigar o prefeito a apresentar um programa de metas quantitativas e qualitativas para cada área da administração municipal. Trata-se de uma Emenda (Nº 30) à Lei Orgânica do Município de São Paulo, que é a lei que rege toda a cidade.

O Prefeito eleito deve apresentar o Programa de Metas de sua gestão, até noventa dias após sua posse. Esse Programa deve conter as ações estratégicas, os indicadores e metas quantitativas para cada um dos setores da Administração Pública Municipal, das Subprefeituras e dos Distritos da cidade, observando as diretrizes de sua campanha eleitoral e as demais normas da lei do Plano Diretor Estratégico. Vale explicar que o Plano Diretor Estratégico fixa as diretrizes gerais da política de desenvolvimento e de expansão urbana e é essencial para ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade.

plano-de-metas-01Pois bem se nossa cidade tem uma lei que obriga o Prefeito a cumprir um Programa de Metas, tem também o Conselho Consultivo do Programa de Metas. Mas o que é isso? Criado por um Decreto (nº 50.996), o Conselho visa acompanhar e monitorar a implementação do programa de metas da cidade. É constituído por 17 representantes - e seus respectivos suplentes - sendo 9 (nove) do Poder Público Municipal e 8 (oito) da Sociedade Civil organizada. O objetivo é garantir ao cidadão a transparência no encaminhamento das metas, dando acesso às informações do programa.

Então agora é hora de exercer a sua cidadania cristã! Cada Região da cidade, ou seja, Norte, Oeste, Centro, Leste e Sul vai eleger um conselheiro e um suplente que vão representar a população no Conselho. Diversas entidades como o Movimento Integração Campo-Cidade, a Escola da Cidadania da Zona Leste, a Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo, as Regiões Episcopais, o Instituto São Paulo de Cidadania e Política, o Conselho de Leigos e outros indicam membros desses movimentos que são candidatos à Conselheiros. Procure saber quem são e vote em alguém que seja comprometido com o bem de todos, o bem comum, não o bem de alguns. Os apóstolos, nossos mestres na fé, nos ensinaram sobre a importância de colocar tudo em comum: Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações (cf At 2,42).

Para votar, dirija-se à Subprefeitura sede da sua Região com o  título de eleitor ou o número do título e um documento oficial com foto. Você pode encontrar o endereço da Subprefeitura Sede da sua Região e também a relação de candidatos no site da Pastoral Fé e Política que é http://www.pastoralfp.com. Procure informações sobre os candidatos da sua região na sua Paróquia, na Região Episcopal, junto ao Conselho de Leigos e com as pastorais. Essa eleição vai ser domingo, dia 25/11, das 8h às 17h, somente na Subprefeitura sede de cada região. Mesmo que seja um pouco distante da sua casa, vá votar para que as Metas da cidade sejam aquelas que promovem a justiça e a paz.

 

Fonte: O Artigo nos foi enviado diretamente pela autora, tendo sido primeiramente veiculado pela Rádio Nove de Julho (São Paulo/SP 1.600KHz)

Márcia M. de Castro

Márcia M. de Castro
Márcia Mathias de Castro é fonoaudióloga, membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e Coordenadora da Escola de Fé e Política Waldemar Rossi (RE Belém). Também é colaboradora da Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz - SP), participou da Escola de Governo e do Movimento de Integração Campo Cidade (MICC).