PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 61 visitantes e Nenhum membro online

Concílio Vaticano II - Gaudium et Spes

Dia 08/05 a Escola de Fé e Política Waldemar Rossi tratou da Doutrina Social da Igreja e o tema foi a Declaração Pastoral Gaudium et Spes - Alegria e esperança no mundo. O assessor foi o Pe. Antonio Naves da Comissão Pastoral da Terra.

A mística inicial partiu do texto a seguir

Lucas 2:41-52

41 Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém à festa da páscoa;

42 E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.

43 E, regressando eles, terminados aqueles dias, ficou o menino Jesus em Jerusalém, e não o soube José, nem sua mãe.

44 Pensando, porém, eles que viria de companhia pelo caminho, andaram caminho de um dia, e procuravam-no entre os parentes e conhecidos;

45 E, como o não encontrassem, voltaram a Jerusalém em busca dele.

46 E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os.

47 E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.

48 E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos.

49 E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

50 E eles não compreenderam as palavras que lhes dizia.

51 E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no seu coração todas estas coisas.

52 E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.

 

Lucas - espiritualidade dos caminhantes

A igreja se perde quando está sem Jesus

Não é Jesus que se perde.

 

Definiu

Quem é a Igreja - Povo de Deus

Quem revelou - Jesus Cristo

Renovação da Liturgia - língua original, mulheres  um pouco mais de participação

Alegria e esperança no mundo

 

4 Constituições

Uma “Constituição Apostólica” é um documento do Magistério Pontifício, ou seja, promulgado pessoalmente pelo Santo Padre, cujo conteúdo, com valor de decreto, abrange o ensinamento definitivo da Igreja a respeito de um determinado assunto. Trata-se, portanto, de um tipo particularmente solene e importante de documento da Igreja.

Dependendo do conteúdo específico, as Constituições Apostólicas podem ser “subdivididas” em dois tipos:

Constituição Dogmática, quando contêm matéria de fé em que todo católico deve crer;

Constituição Pastoral, quando contêm diretrizes da Igreja sobre a sua ação prática junto aos fiéis.

Nada impede, porém, que um documento pontifício seja classificado apenas genericamente como “Constituição Apostólica”, sem a especificação “dogmática” ou “pastoral”.

Durante o Concílio Vaticano II (1962-1965), foram promulgadas quatro Constituições Apostólicas de relevância histórica. Todos nós, católicos, deveríamos conhecê-las e lê-las na íntegra, para aprender mais sobre a nossa Igreja e sobre a nossa fé, particularmente consideradas na perspectiva da nossa época.

AS QUATRO CONSTITUIÇÕES APOSTÓLICAS DO CONCÍLIO VATICANO II

DEI VERBUM (A Palavra de Deus)
Tipo: constituição dogmática.
Tema: a relação entre as Sagradas Escrituras e a Tradição.
Promulgação: Papa Paulo VI, 18 de Novembro de 1965.
Texto em português

LUMEN GENTIUM (A Luz dos Povos)
Tipo: constituição dogmática.
Tema: a natureza e a constituição da Igreja como instituição e como Corpo Místico de Cristo.
Promulgação: Papa Paulo VI, 21 de novembro de 1964.
Texto em português

SACROSANCTUM CONCILIUM (O Sacrossanto Concílio)
Tipo: constituição apostólica (sem especificação).
Tema: a liturgia e as modificações desejadas pelos participantes do Concílio no culto da Igreja.
Promulgação: Papa Paulo VI, 4 de dezembro de 1963.
Texto em português

GAUDIUM ET SPES (A Alegria e a Esperança)
Tipo: constituição pastoral.
Tema: a Igreja no mundo contemporâneo e seus desafios concretos.
Promulgação: Papa Paulo VI, 7 de dezembro de 1965.
Texto em português

 

9 Decretos

Ecumenismo

A Igreja católica no mundo oriental

A missão da Igreja

Atuação dos bispos

Atuação dos padres - a serviço do povo

Religiosos

Formação sacerdotal

Atuação dos leigos na Igreja

Meios de Comunicação Social

 

3 Declarações

Com as outras religiões

Iniciação cristã

Alegria e esperança no mundo - Gaudium et Spes

 

Papa era João XXIII

A igreja começa a sair para ir de encontro ao público

Iluminando as pessoas com o Evangelho

Waldemar Rossi neste tempo já bebia dessa espiritualidade e foi aprendendo a fazer isso com muita propriedade.

 

Papa Paulo VI lança no Natal de 1965

Mensagem

                Os sentimentos de dor, angústia, alegria e tristeza tem que ser o da Igreja.

                A Igreja quer se aproximar cada vez mais do povo.

                Até que o Povo se diga Igreja

                Conseguimos chegar a esse ponto?

 

                Compreender as transformações do mundo atual

                Passagem do campo para a cidade

                Tecnologia

                São Paulo tinha 1,5 milhão de pessoas

                Hoje tem 12 milhões - 2m milhões se considerar a região metropolitana

                Guerra fria EUA (capitalista) x Rússia (comunista)

                Hoje correlação de forças

                Quem tem mais poder, mais hegemonia determina o pensamento do povo.

                Os valores começam a se apagar valores da fé, família, respeito, partilha, bem comum

                Começa a emergir um movimento muito perigoso - os individualistas

                A crise econômica e a crise política andam juntas para ter equilíbrio na sociedade.

Quando uma das áreas domina a outra gera problemas.

                A Guerra é sempre briga de grupos que querem ter o máximo do poder no país.

                Veio depois da guerra uma ditadura muito forte para controlar os poderes - Força americana. O golpe é tão que faz com que as pessoas se acomodem. Uma falsa paz.

               

Missão da Igreja:

                Consolar os que sofrem

                Sustentar os que envergam

                Ser luz para os que lutam

                Hoje muitas comunidades correm o risco de deixar de lado o Evangelho de Jesus Cristo. Podemos perceber isso nas homilias e nas músicas.

                Na década de 60 houve muitas mudanças na questão moral

                Hoje temos muita banalização

                O conteúdo trata da vida do cristão na sociedade política, economia, cultura e educação.

                A Igreja tem que ser na economia, na política e na sociedade

                Waldemar Rossi é luz, porque leu muitas vezes esse documento e traduziu em prática.

                O Papa Francisco faz uma atualização muita profunda desse documento.

 

Capítulo II - pensamento comunitário ou individualista, egoísta

                Percebemos isso nas músicas, nas orações

Consequência imediata - reforçar a Doutrina Social da Igreja

                10 princípios

  1. Dignidade da pessoa humana - hoje a mídia destrói a dignidade da pessoa humana
  2. Respeito à vida humana - em 2016 30 mil jovens foram assassinados, indígenas foram decepados na semana passada
  3. Princípio da associação e organização social - meios de comunicação combatem o grupo organizado, "baderneiros", "vagabundos"
  4. Participação na sociedade
  5. Dar preferência aos pobres e vulneráveis
  6. Solidariedade
  7. Administração ética (Hoje a Globo mente defendendo a corrupção, destorce e persegue).
  8. Subsidiariedade
  9. Igualdade humana (vivemos na desigualdade terrível)
  10. Bem comum (capitalistas não aceitam partilhar nem migalhas)

Fala da guerra, família, matrimônio, paz

 

Raimundo da CPT veio acompanhando o Pe. Naves recupera a passagem inicial, Lucas.

Viver o Evangelho é viver nos negócios do Pai

Viver junto aos pobres, despossuídos, miseráveis, presos.

Viver a fraternidade começa a partir desse documento

Nasce a CF

Nascem as Pastorais - saúde, Terra, Operária - vai viver com o povo

Método ver - julgar - agir

 

Análise de conjuntura

Ver o que acontece no momento, julgar essa realidade e agir diante dela.

Raimundo - atualizar a questão

Alegria e esperança

Atuar na política é trazer a esperança

A fé é a alegria, a construção de um mundo melhor aqui e agora           

O Pai Nosso fala do Reino assim na Terra, como no céu

Viver no mundo além das fronteiras do país, forte impacto da indústria automobilística.

Na agricultura o trator, o adubo e o veneno.

Foi mudando os padrões das sociedades locais

Os primeiros padrões dessa indústria, o imperialismo, exige maior urbanização.

Forma de consumir cada vez mais organizada

Havia mais de 100 tipos de arroz, hoje temos pouquíssimas.

O trabalhador foi expulso da sua moradia.

Ocorre aos poucos, esgarçando a vida da família.

Primeiro vão os jovens.

Depois os migrantes.

Quando tenho muitos trabalhadores, baixo o salário.

Essa forma de sociedade traz as suas contradições.

Passa a ser trabalho coletivo em áreas de produção, começa uma contradição no campo do trabalho. Nasce a reivindicação pelas melhores condições de trabalho.

Igreja convida a viver o Evangelho - entre quem explora o homem e quem vive do seu trabalho.

Fraternidade e solidariedade de quem vive do seu trabalho.

Este Centro Pastoral nasceu para colocar a Igreja a serviço da vida.

A sociedade vai se transformando por força do capital para que o conceito do capitalismo seja incutido na cabeça das pessoas.

Exploração do trabalho - de quem produz a mercadoria - trabalhador

O dono da Terra não faz nada, apenas desfruta.

como fazer que a grande maioria do nosso povo se mantenha nessas condições sem se revoltar?

A sociedade empregava em massa - automobilistica, parafusos, pneus...

A empresa capitalista engoliu a empresa familiar que vivia nas cidades, em especial no ABC

1% das pessoas, ganham mais que 50% da população do mundo.

Somar as riquezas - PIB Produto Interno Bruto - o que fica na mão do capital financeira é 70 vezes maior que a riqueza somada dos países.

Agora é o próprio dinheiro que rege as decisões

O capitalismo financeiro faz o dinheiro multiplicar sem o trabalho

Governo Temer

Contra os trabalhadores

Extrair o máximo desse trabalho, pagando menos

Retirar os direitos - extermina com as leis.

Destruição dos direitos conquistados com muita luta.

Trabalhador rural -casa e comida (senzala = casa e comida)

Alegria

Esperança

Compaixão

Fraternidade

Solidariedade

É muito interessante deixar as pessoas isolados, não se juntarem, não se formarem.

Destruição da formas das pessoas agirem coletivamente.

Mulher

Negro

Representam a história da exploração e da dívida social, outro lembra o imperialismo

O que é direito nosso vira mercadoria para o outro

Alegria e esperança

Mais desempregados

Mais sozinhos

Desestruturam nossa forma de organização

Migração

Quando você sai do seu local, quebra a organização.

Viver no Evangelho - ato de unificar para pensar o agir

Luta da greve geral nos une

Papa foi receber os migrantes - mostrando para o mundo a situação dos migrantes.

Evangelho é para viver a vida.

 

Está disponível um subsídio para estudar o documento

http://www.prelaziasaofelixdoaraguaia.org.br/documentos/Subs10-GaudiumEtSpes.pdf

 

Márcia M. de Castro

Márcia M. de Castro
Márcia Mathias de Castro é fonoaudióloga, membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e Coordenadora da Escola de Fé e Política Waldemar Rossi (RE Belém). Também é colaboradora da Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz - SP), participou da Escola de Governo e do Movimento de Integração Campo Cidade (MICC).