PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 61 visitantes e Nenhum membro online

Escola de Fé e Política Waldemar Rossi

Construção Participativa das Metas da Zona Leste

Em 13/03/2017 a Escola de Fé e Política Waldemar Rossi foi anfitriã de evento promovido pela Rede Nossa Zona Leste.  As metas da Zona Leste da cidade de São Paulo foram apresentadas ao representante da gestão municipal Fábio Alves Correia.

 O evento iniciou com a saudação do Pe. Marcelo Maróstica (Coordenador de Pastoral da Região Belém), em seguida Américo Sampaio (Gestor de Projetos da Rede Nossa São Paulo)  explicou o processo de organização da Zona Leste. Na sequência Jorge Abrahão (Coordenador Geral da Rede Nossa São Paulo) falou da importância do evento e do empenho da sociedade civil na cidadania ativa para que a cada gestão a cidade de São Paulo seja menos desigual.

 As metas e prioridades comuns a toda a Região Leste foram apresentadas por Luis França (Rede Nossa Zona Leste) que destacou importante dados sobre a desigualdade entre os bairros da periferia da Zona Leste e bairros privilegiados da mesma cidade.

 

São Paulo, 13 de março de 2017
A/C - Secretário Municipal de Gestão | Sr. Paulo Uebel

A Rede Nossa Zona Leste, composta por diversas lideranças, organizações e movimentos sociais da região leste da cidade, apresenta neste documento algumas metas e prioridades comuns a toda a região, com o objetivo de subsidiar a elaboração do Programa de Metas (2017-2020).
As pessoas e entidades que se reuniram em diversos encontros e reuniões desde o início do ano, para pensar as principais demandas da região, entendem que as propostas abaixo são fundamentais de estarem contempladas nas metas da atual gestão, visando melhorar a qualidade de vida da Zona Leste e ampliar seu desenvolvimento social, econômico e ambiental.
Reforçamos que esse documento não esgota a lista de demandas e prioridades para a região, mas sim apresenta aquilo que é prioritário e emergencial.
Seguem abaixo os pontos relacionados à região leste da cidade para o Programa de Metas (2017-2020):
1. Continuidade e término das obras iniciadas na gestão anterior. Há diversas obras como hospitais, UPA`s, Rede Hora Certa, etc. que foram iniciadas mas não concluídas. Terminá-las se faz necessário e prioritário;
2. Descentralização das Prefeituras Regionais. Que funcionem de fato como prefeitura regional onde a população tenha acesso a todos os recursos da administração municipal, com dotação orçamentária, pessoal e autonomia aos prefeitos regionais;
3. Desenvolvimento local com geração de emprego e Renda. Que a Prefeitura lance um projeto que crie empregos nos próprios bairros. Várias das metas apresentadas pelos grupos regionais locais também visam este intuito;
4. Saneamento ampliado com a implantação dos troncos coletores para tratamento de esgoto até a estação de tratamento. Limpeza e despoluição dos córregos e afluentes do Rio Tietê para possibilitar também a despoluição do Rio;
5. Implantação efetiva da Universidade Federal da Zona leste. Luta de mais de dez anos, a prefeitura deve contribuir efetivamente participando do empenho de efetivar o Campus na Avenida Jacu-Pêssego, em Itaquera;
6. Junto com a Implantação da Unifesp LESTE, criar o polo de desenvolvimento da Jacú-Pêssego visando a geração de emprego e renda na região, respeitando o meio ambiente, incentivando a vinda de empresas;
7. Retomada do Monotrilho que ligará Cidade Tiradentes. Faz parte da meta de término das obras iniciadas e não acabadas. Que seja urgente, pois atenderá a uma população que sofre muito com a questão da mobilidade;
8. Ampliação e implantação em toda a zona leste do Programa Saúde da Família. Hà bairros onde não há se quer uma equipe do PSF;
9. Ampliar o número de CAPs e UPAs na região visando a melhoria no atendimento a população no sistema de saúde;
10. Implantação do Roteiro Turístico e Cultural da Zona Leste em parceria com os diversos movimentos e grupos relacionados ao tema. Uma região com diversos locais históricos não pode ficar sem um roteiro, algo que também gere emprego e renda;
11. Regularização Fundiária implantando as ZEIS com urbanização e concessão de escritura na Zona Leste;
12. Um grande projeto de arborização na região que possui algumas disparidades em relação ao clima, temperatura. Há diversos bairros como os mais quentes da cidade;
13. Fortalecimento dos Conselhos Participativos para que funcionem como uma instância de deliberação local.

Rede Nossa Zona Leste
Contato: Luis França (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)
Tel: 971 944 426

 


Em seguida, as metas das 12 prefeituras regionais foram apresentadas por membros de associações, pastorais, movimentos, conselhos participativos.


o Aricanduva Carrão Formosa
o Cidade Tiradentes
o Ermelino Matarazzo
o Guaianazes
o Itaim Paulista
o Itaquera
o Moóca
o Penha
o São Mateus
o São Miguel
o Sapopemba
o Vila Prudente

Confira as fotos do evento: https://www.facebook.com/efpwr/?hc_ref=PAGES_TIMELINE.

Repercussão do evento http://www.nossasaopaulo.org.br/noticias/calendario-das-audiencias-publicas-do-plano-de-metas-sera-divulgado-nos-proximos-dias

 

Fonte: Artigo publicado em nosso site diretamente pela autora.