PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 106 visitantes e Nenhum membro online

Concílio Vaticano II, 50 Anos

No dia 25 de dezembro de 1961 o Papa João XXIII convocava, através da bula papal "Humanae Salutis", a realização do Concílio Vaticano II. Em 11 de outubro de 1962 inaugurava-se a primeira de suas quatro sessões, onde, até 8 de dezembro de 1965 já sob o papado de Paulo VI, mais de 2.000 prelados do mundo todo discutiram e regulamentaram os mais variados temas da Igreja Católica.


papa-joaoxxiiipapa-pauloviCom o claro objetivo de discutir e adequar a ação da Igreja ao seu tempo, o Concílio Vaticano II foi a mais democrática e renovadora ação empreendida por uma grande religião no sentido de uma revisão conceitual de si mesma, tão extraordinária nos seus resultados que até os dias de hoje ainda é pouco compreendida por muitos leigos e até por alguns religiosos. Um movimento amplo e muito rápido, se visto dentro do conceito de uma instituição religiosa milenar.

Foi com o Concílio Vaticano II que a Igreja finalmente abandona diversas visões medievais e renascentistas em suas práticas, passando a ser alicerçada na igual dignidade de todos os seres humanos, a ser mais aberta para o mundo e dando uma nova abordagem ao ecumenismo. Embora não tenha proclamado nenhum novo dogma, suas orientações doutrinárias, pastorais e práticas moldaram uma nova visão da Igreja, que até hoje ainda se completa.

Mesmo mal compreendido, ainda desconhecido por alguns ou mesmo rejeitado por grupos católicos tradicionalistas, não há como negar que o Concílio Vaticano II foi de enorme importância para a Igreja Católica e para o mundo, neste último caso no sentido em que a Igreja passa a agir de forma mais contundente na sociedade em defesa do bem comum e da dignidade humana, integrando-se realmente a ela. Impossível aqui não lembrar de Dom Helder Câmara (que atuou intensamente no Concílio Vaticano II), Dom Paulo Evaristo Arns, Dom Oscar Romero, Padre Josimo, Padre Rutilio Garcia, Irmã Dorothy e tantos outros religiosos e religiosas que enfrentaram com risco de suas próprias vidas aos poderosos.

dom-helder-02Entre 2012 e 2015, quando comemoramos os 50 anos do Concílio Vaticano II, será um bom momento para refletirmos sobre a positiva mudança de atitudes que ele nos ensina, para retomarmos com força a defesa do bem comum, da participação democrática e da luta por uma sociedade mais justa e igualitária.

Nosso Cardeal Arcebispo, Dom Odilio Pedro Scherer estará presidindo a comissão formada pela CNBB para comemorar os 50 anos do Concílio Vaticano II com uma série de atividades especiais para os próximos 3 anos. Estas atividades iniciam-se com o Seminário Nacional de Liturgia a ser realizado em Itaici (Indaiatuba/SP) entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro de 2012, com o tema "Releitura da Sacrosanctum Concilium no Contexto do Vaticano II e nos Documentos Latinoamericanos".

 

FONTE: Artigo montado com base em dados diversos disponibilizados online: Wikipédia, CNBB e Vaticano

 

VEJA TAMBÉM:

Paulo J. Lopes

Paulo J. Lopes
Paulo J. Lopes é membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo. Para falar com Paulo J. Lopes, utilize nosso formulário de contato.