PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 90 visitantes e Nenhum membro online

J. Thomaz Filho

NASCEU AQUELE PAI - Natal 2022 09

Nasceu aquele pai que é sempre abraço,
mas deixa o filho ir, por respeitar
a sua liberdade e até o fracasso,
mas fica na varanda pra aguardar,
na curva do caminho, um novo passo.

E então ele faz festa sem igual!...
Mas dela nem desfruta ao ver chegar
o outro filho seu que em tom rival
renega o mundo irmão ao censurar
aquele que entendeu o que é fatal.

Que o nosso coração não seja escasso.
Podemos alegrar-nos? É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU FILHO DO HOMEM - Natal 2022 08

Nasceu Filho do Homem, deste lado,
sabendo de penúria, de desdém.
Mas teve o seu direito respeitado:
de um lar que o acolhesse muito bem.
Firmar o mundo irmão é seu recado.

Amor!... O quer concreto, bem real:
com fome, sede e frio não quer ninguém;
não ter preso ou doente por rival,
cuidar de visitá-los, sim, também.
Pra vida e qualquer dor, ser luz e aval!

Não quer ninguém ao léu, nem condenado.
Podemos alegrar-nos?... É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU FILHO DO HOMEM

Nasceu Filho do Homem, deste lado,
sabendo de penúria, de desdém.
Mas teve o seu direito respeitado:
de um lar que o acolhesse muito bem.
Firmar o mundo irmão é seu recado.

Amor!... O quer concreto, bem real:
com fome, sede e frio não quer ninguém;
não ter preso ou doente por rival,
cuidar de visitá-los, sim, também.
Pra vida e qualquer dor, ser luz e aval!

Não quer ninguém ao léu, nem condenado.
Podemos alegrar-nos?... É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU O BOM SENHOR - Natal 2022 07

Nasceu o bom senhor dos mil talentos.
Confia em cada servo: ser fecundo!
Que enxerguem a si mesmos, bem isentos,
e atentos. Cada qual faça segundo
aquele que é o melhor dos seus alentos.

Partilha, nesta vida, é o principal.
É assim que o mundo irmão vai, neste mundo,
firmando suas raízes, no quintal.
Que cada um procure, lá no fundo
de si, o que Deus sonha ver real.

De paz e bem que rendam nossos centos!
Podemos alegrar-nos? É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU O BOM SENHOR - Natal 2022 06

Nasceu o bom senhor dos mil talentos.
Confia em cada servo: ser fecundo!
Que enxerguem a si mesmos, bem isentos,
e atentos. Cada qual faça segundo
aquele que é o melhor dos seus alentos.

Partilha, nesta vida, é o principal.
É assim que o mundo irmão vai, neste mundo,
firmando suas raízes, no quintal.
Que cada um procure, lá no fundo
de si, o que Deus sonha ver real.

De paz e bem que rendam nossos centos!
Podemos alegrar-nos? É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU NOSSO PORTEIRO - Natal 2022 05

Nasceu nosso porteiro prestativo,
que quer nos alertar sobre o perigo.
A festa que prepara é um lenitivo:
lugar tem para todos, bom abrigo!
Mas tudo nesta vida tem seu crivo...

O bem supõe suor, empenho e tal.
A paz do mundo irmão é um grão de trigo,
que dá sua própria vida, que é leal.
É claro que não quer nenhum castigo,
mas ser acomodado é desleal...

Às cinco desleixadas, decisivo:
“Podemos alegrar-nos? É Natal!”

J. Thomaz Filho

NASCEU O BOM PASTOR - Natal 2022 04

Nasceu o bom pastor, das cem ovelhas,
que vai fazer pergunta bem ousada,
que vai trazer do céu claras centelhas.
Justiça é preferir a desgarrada!
Ouvi-lo vai doer-nos as orelhas...

É assim esse pastor, sempre leal,
pois tem o mundo irmão como jornada.
À vida, ao bom serviço dá o aval,
enxerga mais que a lei, sempre algemada,
derruba os muros todos do quintal.

E tu, será que a ele te assemelhas?
Podemos alegrar-nos? É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU PATRÃO SURPREENDENTE - Natal 2022 03

Nasceu o tal patrão bem surpreendente,
que sai a contratar em todo horário,
pois quer na sua vinha toda a gente,
pois prima na partilha do salário
e ensina que justiça é ser clemente.

É claro, o mundo irmão é seu fanal,
aponta-lhe bem claro o itinerário.
Não cai no que chamamos de normal:
o mérito, o suor bem mercenário,
as tramas do mercado, o tom legal...

Se o céu lhe dita o rumo, é coerente.
Podemos alegrar-nos: é Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU O CUIDADOR - Natal 2022 02

Nasceu o cuidador da plantação,
que tem semente boa para a terra.
Mas quando a desavença de outra mão
também semeia o joio, em pé de guerra,
não custa ponderar a situação.

Em vez de raiva tanta por rival,
seu gosto é pela vida, não emperra.
O olhar do mundo irmão, jamais banal,
não queima, não arranca, não enterra...
“O joio há de ser trigo!” – que ideal!

Se somos esse empenho, há razão:
podemos alegrar-nos! É Natal!

J. Thomaz Filho

NASCEU O SEMEADOR - Natal 2022 01

Nasceu o semeador de todo o chão.
Sem medo do terreno, até perverso,
pois, vindo semear o mundo irmão,
não há de se espantar com o diverso,
nem há de sonegar o seu perdão.

Nem pedras que se juntam no quintal,
nem chão que nunca inspira alegre verso,
nem moita de espinheiro tão rival
cancelam-lhe a esperança do universo,
porque o semeador supera o mal.

O céu está com ele! Com razão,
podemos alegrar-nos: é Natal!

J. Thomaz Filho

J. Thomaz Filho

J. Thomaz Filho
J. Thomaz Filho é escritor, poeta, compositor e também letrista, parceiro de Frei Fabreti em dezenas de músicas litúrgicas, entre elas "Imaculada", "O Amor de Deus", "Grande é o Senhor", "Cantando a Beleza da Vida", "Venham Comigo" e "Vejam". Atuou por mais de dez anos no Colégio Santa Catarina (Petrópolis/RJ) lecionando ética. Trabalha junto a grupos de reflexão bíblica e formação cristã. Foi agraciado com o prêmio "Poesia e Liberdade" pelo Centro Alceu Amoroso Lima (2010). Para falar com J. Thomaz Filho, utilize nosso formulário de contato.