PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online

Impacto da Construção de Hidroelétricas

Uma questão que precisa ser muito bem avaliada no Brasil é a construção de usinas hidrelétricas. Além de pensar em aumentar a geração de energia elétrica, precisamos, também, aprender a viver em harmonia como meio ambiente e respeitar o espaço de todas as pessoas, sem excluir ninguém. Ao se planejar grandes obras, é fundamental avaliar as consequências para as populações locais e para todos nós.

cf-2011-01Para nos ajudar a despertar a consciência sobre questões como essas em meio a um contexto no qual se estimula o consumismo como "forma de resolver os problemas do mundo", a Igreja promoveu, em 2002, a Campanha da Fraternidade com o tema "Fraternidade e Povos Indígenas" e o lema "Por uma terra sem males", em 2011, o tema foi "Fraternidade e a Vida no Planeta" e o lema "A criação geme em dores de parto". É facil perceber que esses assuntos estão profundamente ligados à questão das usinas hidrelétricas.

Podemos ver publicado no site www.adital.com.br um excelente artigo sobre o desrespeito à natureza e às populações locais, mas que mostra, também, que há pessoas se posicionando de maneira bastante séria e consciente em relação a esses problemas.  Confira a entrevista:  Hidrelétricas comprometem conservação do Pantanal. Entrevista com Débora Calheiros no link http://www.adital.com.br/

A Campanha da Fraternidade tem o papel de ajudar a conscientizar a sociedade sobre problemas graves do nosso mundo. O ministério público parece estar se posicionando de forma bastante séria diante da urgência de nos relacionarmos melhor com o nosso planeta.

 

Fonte: Adital, CNBB

Filipe B. Thomaz

Filipe B. Thomaz é membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo. Para falar com Filipe B. Thomaz, utilize nosso formulário de contatos.