PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 130 visitantes e Nenhum membro online

Fraternidade e Violência

Em muitas cidades do Brasil, a violência vem assumindo proporções alarmantes. Esta está intimamente relacionada a diversos outros problemas sociais, de forma que se torna quase impossível combatê-la de maneira eficaz sem que seja abordada em conjunto com muitas outras questões. Podemos ver, publicado pela Rede Nossa São Paulo, um ótimo artigo sobre o assunto.

"O arrastão é só um dos problemas de SP", artigo de Oded Grajew - Rede Nossa São Paulo

Para enfrentarmos problemas relacionados às estruturas injustas da sociedade é fundamental a participação de todos nós, através de atitudes que promovam a cultura de paz. A Igreja exerce um papel fundamental no sentido de ajudar a criar essa consciência. Um dos trabalhos mais importantes com esse objetivo é a Campanha da Fraternidade, que traz sempre temas relevantes para o bem comum. Alguns exemplos são:

1978 tema: "Fraternidade no mundo do trabalho" e lema: "Fraternidade no mundo do trabalho"
1981 tema: "Saúde e Fraternidade" e lema: "Saúde para todos"
1982 tema: "Educação e Fraternidade" e lema: "A verdade vos libertará"
1983 tema:  "Fraternidade e Violência" e lema: "Fraternidade sim, violência não"
1991 tema: "A Fraternidade e o Mundo do Trabalho" e lema: "Solidários na dignidade o Trabalho"
1998 tema: "Fraternidade e Educação"  e lema: "A Serviço da Vida e da Esperança"
1999 tema: "Fraternidade e os desempregados" e lema: "Sem trabalho...Por quê?"
2009 tema: "Fraternidade e Segurança Pública" e lema: "A Paz é fruto da Justiça"        
2012 tema: "Fraternidade  e saúde pública" e lema: "Que a Saúde se difunda sobre a terra!"   

A igreja, incluindo todos nós precisa defender a vida em qualquer situação e denunciar as injustiças, assim como Jesus Cristo fez.

 

Fonte: CNBB, Pastoral Fé e Política ASP

Filipe B. Thomaz

Filipe B. Thomaz é membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo. Para falar com Filipe B. Thomaz, utilize nosso formulário de contatos.