PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 10 visitantes e Nenhum membro online

Conselhos Tutelares e N. S. Aparecida

Neste momento milhares de romeiros já estão na cidade de Aparecida, em São Paulo. Vindos de todo o país, muitos outros estão chegando. Turismo religioso, devoção à mãe aparecida, cumprimento de promessas, cada peregrino tem uma história de vida sustentada pela fé e traz no coração, a alegria e a esperança.


aparecida-01Foi em 1717, há quase trezentos anos, que a pequena imagem de nossa senhora, de tom escurecido e sem a cabeça, foi recolhida por três pescadores. Lançam a rede novamente, nas malhas da rede vem a cabeça da imagem, e o rio Paraíba do Sul volta a ser piscoso como sempre fora: os pescadores conseguem muitos peixes para o banquete do governador, em passagem pela região.

Silvana, mulher de um dos pescadores, gruda com cera de vela a cabeça no corpo da imagem que por quinze anos permanece na sua casa, sustentando o cotidiano de vida e fé dos moradores e das famílias vizinhas, que se reuniam para orar em frente à imagem de nossa senhora, já chamada de Aparecida. Os primeiros milagres, cuidadosamente registrados pelo então vigário de Guaratinguetá testemunham a presença de Deus entre os habitantes daquele humilde povoado, agindo em favor da liberdade do escravo e da vida das famílias e crianças.

Certamente os milagres continuam a acontecer. A Mãe Aparecida nos mostra Jesus, presença de Deus entre nós, que continua a proteger e a libertar seus filhos e filhas, promovendo a vida e a justiça.

Dia 16 de outubro, no próximo domingo, em todo o município de São Paulo, cada cristão, cada cristã, bispos, padres, religiosos e religiosas, leigos, leigas, eleitores na cidade de São Paulo estão convocados a testemunhar sua devoção a Maria, mostrando que aprenderam com Nossa Senhora Aparecida a ser presença maternal e defensora dos pobres e injustiçados.

Domingo, dia 16, acontece a eleição de 220 conselheiros tutelares, cinco conselheiros para cada um dos 44 conselhos tutelares da cidade. As paróquias já receberam a lista de candidatos e folhetos motivadores para a participação dos fiéis nesta eleição. Todos os que possuem título eleitoral podem votar em um candidato para conselheiro do Conselho Tutelar do seu distrito eleitoral.

Ao dedicar um tempo do domingo, dia 16 de outubro, para esta votação, cada cristão estará testemunhando sua solidariedade às crianças e adolescentes que necessitam da atenção da família, da sociedade e do poder público para crescer com alegria e esperança.

A presença de um número significativo de eleitores no domingo, 16 de outubro, estará dizendo ao poder público que:

• A sociedade sabe que os conselhos tutelares são importantes para a proteção das crianças e adolescentes,

• A sociedade exige Conselhos Tutelares com todas as condições para bem desenvolver sua tarefa,

• O investimento em políticas públicas de proteção à família é condição para a felicidade de cada morador desta cidade.

direito-humano-01No domingo, dia16, em cada região eleitoral da cidade, de seis a oito escolas municipais estarão abertas, das 8h00 às 17h00, com as urnas eletrônicas monitoradas pelo Tribunal Regional Eleitoral e preparadas para receber os votos dos eleitores. Se precisar localizar a escola onde você irá votar consulte a lista em sua paróquia ou veja no site: prefeitura.sp.gov.br/smpp.

No domingo próximo, dia 16, compareça ao local de votação com RG e título de eleitor. Cada Conselho Tutelar vai eleger cinco membros e cada eleitor vota em apenas um candidato.

Que a devoção a Mãe Aparecida nos abra o coração e nos faça generosos e solidários com a causa das crianças e dos adolescentes desta cidade.

Que a devoção a Mãe Aparecida nos lembre da frase de Maria, nas Bodas de Caná: “Fazei tudo o que ele vos disser” e que esta frase também nos ensine a seguir seu filho Jesus, para que crianças e adolescentes na cidade de São Paulo tenham vida e vida em plenitude.



FONTE: Artigo escrito por Carmen Cecília de Souza Amaral especialmente para o Programa Eleições em Notícias do dia 12/10/2011 (Rádio 9 de Julho AM 1.600 KHz - São Paulo/SP). O mesmo nos foi enviado diretamente pela autora e sua reprodução é autorizada pela Rádio 9 de Julho.

Caci Amaral

Caci Amaral
Carmem Cecília de Souza Amaral é coordenadora da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo, sendo também integrante da Rede Nossa São Paulo e do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE/SP). Para falar com Caci Amaral, utilize nosso formulário de contato.