PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 824 visitantes e Nenhum membro online

Os 90 Anos de Dom Paulo Evaristo Arns

Hoje, Dom Paulo Evaristo Arns completa 90 anos. Pastor da Igreja na Arquidiocese de São Paulo, de 1970 a 1998, Dom Paulo marcou em todos que com ele conviveram o sinal de uma certeza: é preciso e é possível construir o Reino de Deus, na cidade. Todos eram chamados a fazer e a ensinar a fazer, formando novos multiplicadores.

dom-paulo-evaristo-01Em Assembléia, na Região Episcopal Lapa, Dom Paulo alertava às lideranças presentes: vocês não serão cobrados pelo que fizeram, mas por todos aqueles que, motivados pelo testemunho de cada um, se dispõem a entregar a vida pela construção do Reino. Formar multiplicadores, novos discípulos e discípulas, era uma de suas mensagens.

Neste dia da festa da Exaltação da Santa Cruz, ao recordar momentos de convivência e ação pastoral junto com Dom Paulo, percebemos que ele nos transmitia o sentido pleno do sofrimento de Jesus na cruz. De esperança em esperança, caminhávamos junto com os doentes, os pobres, a população da periferia, os perseguidos pela ditadura, buscando soluções que favorecessem a vida, a justiça e a libertação de todos e todas.

De Esperança em Esperança era o lema de Dom Paulo, que nos inspirava a enfrentar o sofrimento, a luta, as perseguições, as derrotas, na certeza de que o Espírito de Deus está presente, agindo entre os pobres e os oprimidos, iluminando conquistas e vitórias.

Muitos anos se passaram.

De uma forma pedagógica, ouvimos hoje, novamente, o apelo de nosso pastor Dom Odilo: Paróquia: torna–te o tu és.

Paróquia: alma numa cidade de pedra, presença humana entre pessoas solitárias, socorro para os pobres e famintos, acolhedora do sofrimento alheio, formadora de discípulos e de discípulas, organizadora de comunidades atentas ás necessidades do irmão. Paróquia fraterna, solidária, construindo convivência, amizades, ajuda mútua, suscitando o desejo de se colocar ao serviço do outro.

paroquia-tornate-01Paróquia capaz de dar as razões de sua fé, vivendo de esperança em esperança, na certeza de que a o reino de Deus se constrói no silêncio, entre os pequenos, na doação e no amor que dão grandeza e fortalecem a fragilidade humana e permitem a celebração da vida plena.

A cidade implora o serviço dos cristãos: precisamos transformar São Paulo em local de vida digna para todos e todas. De esperança em esperança, vamos caminhar pelas ruas, convocar parceiros, olhar a realidade e realizar o mutirão da mudança.

Formar grupos, estabelecer relações com aqueles que também lutam por uma cidade mais humana, superar diferenças, criar redes de solidariedade, de reivindicação, denúncia, busca de novas soluções, comunicação de idéias e experiências.

Tudo isso é possível.

Somos cristãos, temos a segurança da fé, a certeza da presença do Espírito de Deus agindo entre nós. De esperança em esperança, testemunhas do amor misericordioso de Deus, construímos vida digna para todos e todas.

Ter fé em Deus e manifestá–la abertamente, indo às suas conseqüências éticas e culturais, é bom e faz bem à Pátria”, nos lembra Dom Odilo, em seu texto no jornal O Estado de S. Paulo, de domingo passado.



FONTE: Artigo escrito por Carmen Cecília de Souza Amaral especialmente para o Programa Eleições em Notícias do dia 14/09/2011 (Rádio 9 de Julho AM 1.600 KHz - São Paulo/SP). O mesmo nos foi enviado diretamente pela autora e sua reprodução é autorizada pela Rádio 9 de Julho.

Caci Amaral

Caci Amaral
Carmem Cecília de Souza Amaral é coordenadora da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo, sendo também integrante da Rede Nossa São Paulo e do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE/SP). Para falar com Caci Amaral, utilize nosso formulário de contato.